Prevenir acidentes de trabalho é um desafio

29.07.2020

 

As questões relacionadas à saúde e à segurança são fundamentais, principalmente no Brasil, que possui quase 600 mil registros formais de acidentes de trabalho por ano. É um desafio a situação atual com a pandemia, pois existem diferentes realidades no ambiente laboral. 
 

Para o TST (Tribunal Superior do Trabalho), ter pessoas exercendo atividades em home office e outras prestando serviços essenciais à população presencialmente comprova as dificuldades. 


Desde 2012, o país teve mais de 5,4 milhões notificações de acidentes de trabalhadores com carteira assinada. Mais de 19 mil ocorrências acabaram em mortes. Os dados são da Plataforma SmartLab, do MPT (Ministério Público do Trabalho) e da OIT (Organização Internacional do Trabalho) no Brasil.  
 

Os números são alarmantes. Em 2018, foram registrados 576.951 acidentes com CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho), segundo o Anuário Estatístico da Previdência Social. Foram 313.781 no setor de serviços, sendo que 82.648 em comércio /reparação de veículos e 199.232 na indústria, entre outros. O número de óbitos chegou a 2.098 e as doenças do trabalho somaram 9.387.


De acordo com a Previdência, as ocorrências mais comuns são os ferimentos de punho ou mão, com 55.084 casos, e fraturas na mesma região (35.339). O dedo é membro mais atingido e registra 111.509 acidentes, em seguida os pés, com 38.976, e 34.603 nas mãos.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Vídeos

Please reload

Busca

© Copyright 2017 - Sindicado dos Bancários de Juazeiro e Região (SEEB)
Rua Sete de Setembro, nº 71 - Centro - Juazeiro/BA - CEP: 48.903-670
Fone: (74) 3611-3312 - E-mail: seebjuazeiroeregiao@yahoo.com.br
Todos os Direitos Reservados.