• Bancários Juazeiro

Mobilização para fortalecer resistência democrática



Apesar de Bolsonaro, do ultraliberalismo, do neofascismo, da reforma da Previdência, da terrível MP 905 que tanto prejudica os trabalhadores, do fim do aumento real do salário mínimo, dos cortes na educação e na saúde, com muito esforço foi possível obter conquistas.

Em 2019, merecem destaques vitórias como a manutenção da Previdência pública, a rejeição ao excludente de ilicitude, o fim da prisão em 2ª instância, a libertação de Lula e o fortalecimento da resistência democrática.

Para 2020, é imprescindível intensificar e ampliar a mobilização para reconquistar o Estado democrático de direito e derrotar o ultraliberalismo neofascista. Os desafios são enormes, inclusive porque o ano será marcado pela campanha salarial dos bancários e por eleição municipal em outubro.

2 visualizações

Busca

Outras Notícias