© Copyright 2017 - Sindicado dos Bancários de Juazeiro e Região (SEEB)
Rua Sete de Setembro, nº 71 - Centro - Juazeiro/BA - CEP: 48.903-670
Fone: (74) 3611-3312 - E-mail: seebjuazeiroeregiao@yahoo.com.br
Todos os Direitos Reservados.

Bancos cortam 8.783 empregos até novembro

26.12.2019

 

 

Se antes de flexibilizar as regras trabalhistas os bancos já demitiam a rodo, agora se sentem bem mais a vontade. Entre janeiro e novembro, foram cortados 8.783 postos de trabalho no setor, 2.404 somente no mês passado. Os dados são do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). 


Usar a crise como desculpa para promover os cortes não cola. Os bancos lucram como nunca no Brasil. O balanço parcial entre janeiro e setembro passa dos R$ 70 bilhões. Dinheiro a perder de vista.


A rotatividade no setor também é alta e reflete no salário. A remuneração média dos admitidos é de R$ 4.491,00. Já a dos desligados fica em torno de R$ 7.132,00. Diferença de 63%. Outro dado que continua a chamar a atenção é a desigualdade salarial entre homens e mulheres. As bancárias admitidas ganham em média R$ 3.787,00. Já os bancários, R$ 6.340,00.


O cenário não muda quando analisados os dados de desligamentos. As mulheres que deixaram os bancos ganhavam em média R$ 6.278,00. O valor é equivalente a 78% dos homens desligados no mesmo período. Absurdo.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Vídeos

Please reload

Busca