• Bancários Juazeiro

No Brasil, renda do pobre cai e do rico cresce


O salário mínimo ideal para o brasileiro viver minimamente bem deveria ser de R$ 3.959,98, bem maior do que os atuais R$ 957,00. O valor é baixo, mas, no Brasil, milhões vivem com bem menos.

Em 2017, três em cada 10 pessoas tiveram de se virar com renda mensal de R$ 937,00, menor do que o mínimo vigente. É o que aponta o relatório da Oxfam Brasil, ONG voltada ao combate da pobreza e desigualdade. A pesquisa é feita com base nos dados de renda do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Por outro lado, enquanto as camadas mais baixas viram a renda despencar com o elevado custo de vida e o desemprego, resultado da política de austeridade, os abastados ficaram ainda mais ricos. O crescimento foi de 2,09% de 2016 para 2017, chegando a média de R$ 9.519,10 ao mês.

Ainda, segundo a Oxfam, a renda mensal do 1% mais rico era 36,3 vezes maior do que a renda dos 50% mais pobres. A regra no Brasil é clara: "o de cima sobe e o de baixo desce".

1 visualização

Busca

Outras Notícias

INSTAGRAM
© Copyright 2017 - Sindicado dos Bancários de Juazeiro e Região (SEEB)
Rua Sete de Setembro, nº 71 - Centro - Juazeiro/BA - CEP: 48.903-670
Fone: (74) 3611-3312 - E-mail: seebjuazeiroeregiao@yahoo.com.br
Todos os Direitos Reservados.