• SEEB Juazeiro

Quatro maiores bancos lucram R$ 66 bi na pandemia


Na tentativa de iludir a sociedade e mostrar que houve queda da lucratividade no ano passado em decorrência da pandemia, os bancos maquiaram o resultado através da criação das reservas para prevenir a inadimplência no crédito ofertado. Itaú, Bradesco, Santander e BB apresentaram lucro de R$ 65,727 bilhões em 2020. Apesar de exorbitante, as empresas sinalizam redução de 24,14% em relação ao ano anterior.

Porém, o que os quatro maiores bancos não divulgaram é que só não lucraram ainda mais por conta do aumento de 51,95% ou R$ 90,630 bilhões das PDDs (Provisões para Devedores Duvidosos) no comparativo com 2019. Não houve o menor prejuízo para o sistema financeiro. Na verdade, as empresas tiveram redução dos custos no período, demitindo bancários e fechando agências, enquanto os cofres seguem cheios.

O lucro líquido do maior banco privado do Brasil foi R$ 18,91 bilhões no ano passado. O Itaú tinha, no final do quarto trimestre de 2020, 83.919 empregados e desligou mais de 600 bancários ao longo de 2020. No Bradesco, foram encerradas as atividades de 1.083 agências físicas e contava com 3.395 unidades, além de ter demitido 7.754 trabalhadores.

O BB, que possuía 91.673 funcionários no final de 2020, com a redução de 1.517 postos de trabalho em 12 meses, ainda fechou 178 postos de atendimento bancário. O Santander lucrou quase R$ 14 bilhões, mas encerrou o ano com 44.599 bancários, 3.220 postos de trabalho a menos em 12 meses. Além disso, a empresa espanhola promoveu o fechamento de 175 agências no país. Ganância pura.

0 visualização

Busca

Outras Notícias

INSTAGRAM
© Copyright 2017 - Sindicado dos Bancários de Juazeiro e Região (SEEB)
Rua Sete de Setembro, nº 71 - Centro - Juazeiro/BA - CEP: 48.903-670
Fone: (74) 3611-3312 - E-mail: seebjuazeiroeregiao@yahoo.com.br
Todos os Direitos Reservados.