• SEEB Juazeiro

Pressão para venda de ações da Caixa Seguridade



A atual gestão da Caixa, comandada por Pedro Guimarães, segue pressionando os empregados a vender as ações da Caixa Seguridade. De forma irregular, o banco determinou que a comercialização fosse a principal meta. Medida que acelera o desmonte da instituição.

Por conta das irregularidades na venda de ações na IPO da Caixa Seguridade, o movimento sindical protocolou denúncia, em abril, à CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Além do descumprimento de duas das instruções da CVM (539 e 400), a Caixa também obrigou o empregado a oferecer as ações para todos os clientes, embora apenas 10% estivessem qualificados para a compra.

Também houve pressão para que os próprios bancários comprassem as ações e Pedro Guimarães autorizou a antecipação de salários para isso. O IPO da Caixa Seguridade é mais uma tentativa de o governo Bolsonaro esvaziar a estatal e abrir caminho para a privatização.

Os sindicatos, junto com os trabalhadores, estão mobilizados para impedir a venda da Caixa. Também buscam formas para impedir a pressão e o assédio moral sofrido pelos empregados.

1 visualização

Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM