• SEEB Juazeiro

Março registrou redução do emprego bancário



Mais uma demonstração de que os banqueiros não têm responsabilidade social e colaboram com os 12 milhões de desempregados no país. No setor bancário, apesar da lucratividade bilionária em meio às crises sanitária e econômica, houve queda de 212 postos de trabalho em março. Foram 2.892 admissões e 3.103 desligamentos.

Mesmo que nos últimos 12 meses o saldo ainda seja positivo, em 11,7 mil vagas, o resultado se deve à contratação de profissionais de tecnologia da informação, vagas não ligadas diretamente a serviços bancários, e pela convocação de aprovados no concurso de 2014 da Caixa. O banco público acatou ordem judicial depois de forte mobilização dos sindicatos.

De março de 2020 a março deste ano, durante a pandemia de Covid-19, cerca de 2 mil postos de empregos bancários foram fechados. Segundo os dados do Novo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), nos últimos 12 meses, foram 47.978 admissões (12,6% da Caixa) e 36.240 demissões. Os bancos só querem encher os cofres. Fonte: Bancários Bahia

1 visualização

Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM