• SEEB Juazeiro

Funcionários definem pauta de reivindicações no Itaú



Os funcionários do Itaú definiram emprego, saúde e melhores condições de trabalho como as principais pautas de reivindicações específicas. No Encontro Nacional, nesta quinta-feira (05/08), os 159 delegados estabeleceram estratégias para beneficiar todos os trabalhadores do banco.

Entre os pontos debatidos pelos empregados estão os problemas referentes ao GERA, programa de remuneração variável criado para substituir o AGIR, que causou acúmulo de funções, aumento das metas, sobrecarga de trabalho e assédio moral. O Itaú tem de ser transparente. Os problemas se repetem em todas as regiões: pressão por metas, assédio moral e mais adoecimento dos bancários. Os temas sempre continuam em pauta.

A diretora de Saúde da Federação da Bahia e Sergipe reforçou a importância do debate sobre saúde, emprego, remuneração, Fundação Itaú e planos de Previdência. "Vamos continuar cobrando do Itaú melhores condições de trabalho, o fim das demissões e metas abusivas. O novo programa do banco, o Itaú 2030 esqueceu de incluir os funcionários e só mira no aumento dos resultados.", afirmou.

Um ponto relevante dos debates do Encontro Nacional dos Trabalhadores do Itaú foi a pressão pela volta dos bancários com o início da vacinação contra a Covid-19. Pelo acordo feito com a Fenaban, os empregados não retornam ao trabalho presencial sem negociar os critérios para proteger a saúde e a vida da categoria, com um protocolo único mínimo de procedimento.


Fonte: Bancários Bahia.

1 visualização

Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM