top of page
  • SEEB Juazeiro

Forte retirada nas cadernetas de poupança nos últimos meses




Com a política ultraliberal imposta por Jair Bolsonaro, os brasileiros resistem às dificuldades acabando com as poupanças. Os saques da caderneta alcançaram recorde de R$ 133,6 bilhões até setembro deste ano. Mas, ao mesmo tempo houve queda de 6,3% do montante depositado, somando a captação e rendimentos, na caderneta no período.

Os saques equivalem a 12,7% sobre o saldo de depósitos, segundo o Valor Econômico. Somente em setembro foram colocados R$ 308,7 bilhões e retirados R$ 314,6 bilhões a poupança. Se considerar o rendimento de R$ 6,5 bilhões, o saldo total da caderneta somou R$ 992,4 bilhões no fim de agosto deste ano.

A gestão de Bolsonaro acumula feitos infelizes. O esvaziamento recorde da caderneta acompanha outros recordes assustadores, como desemprego, que atinge quase 12 mihões de brasileiros, fome (mais de 33 milhões de pessoas não têm o que comer) e inflação descontrolada, que resulta nos preços abusivos dos alimentos, do gás e da energia elétrica.


Bancários Bahia

1 visualização

Comentarios


Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM
bottom of page