• SEEB Juazeiro

Encontro dos empregados da Bahia e Sergipe define prioridades na Caixa



Defesa da Caixa 100% pública, da manutenção do Saúde Caixa nas condições atuais, de melhores condições de trabalho e de um acordo sobre telebralho foram os principais deliberações do Encontro dos Empregados da Caixa da Bahia e Sergipe realizado na tarde deste sábado (31/7), como parte da 23ª Conferência Interestadual dos Bancários.

O encontro transcorreu em clima de unidade, com os participantes demonstrando a preocupação com os ataques que atual gestão tem feito ao funcionalismo da Caixa.

O secretário Geral da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe, Emanoel Souza, que integra a Comissão Executiva dos Empregados, fez uma exposição sobre as negociações com o banco. Sobre o Saúde Caixa, a CEE defende a manutenção das atuais condições de sustentabilidade e qualidade dos serviços prestados e tem enfrentado a decisão da empresa de implementar a Resolução 23 da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da União (CGPAR), o que elevaria a mensalidade e tornaria o Saúde Caixa inviável para muitos trabalhadores.

Os empregados definiram levar também para o Conecef, a pauta da defesa de melhores condições de trabalho, do fim das metas desumanas, do assédio moral e da sobrecarga que vem adoecendo os bancários da Caixa, além da cobrança da resolução dos problemas para o efetivo funcionamento dos sistemas internos da empresa e a exigência de um acordo sobre o teletrabalho, que hoje é feito sem a marcação da jornada.

Os participantes do Encontro comemoraram também a vitória da Chapa dos Participantes nas eleições da Funcef, o que vai permitir a volta da atuação de representantes dos empregados dentro da Fundação, para defender os direitos dos participantes da ativa e aposentados.

Ao final do Encontro foi eleita as delegações da Bahia e de Sergipe para o Conecef, garantindo a participação das entidades representativas dos empregados e a paridade de gênero. Foram 16 delegados da Bahia e 3 de Sergipe. Foi apresentada também a nova composição da representação da Bahia e Sergipe na CEE, que será formada por Emanoel Souza como efetivo e Sâmio Cassio na suplência.

“O Encontro coroou o processo riquíssimo da 23ª Conferência e reforçou a importância da unidade dos empregados da Caixa Bahia e Sergipe, demostrado pelo percentual de votação em torno de 80% na Chapa dos Participantes nos dois estados, nas recentes eleições da Funcef”, avaliou Emanoel Souza.

Fonte: Feeb

1 visualização

Busca

Outras Notícias