• SEEB Juazeiro

Desigualdade na vacinação atrapalha combate à Covid



Os esforços para combater a Covid-19 nas Américas são barrados pela distribuição desigual das vacinas. Segundo a Opas (Organização Panamericana da Saúde), muitas empresas estão produzindo suprimento dos imunizantes, mas o que determina a compra é o preço e o país de origem, e não a necessidade, concentrando milhares de doses em países ricos.

Outro agravante é o atraso na produção de vacinas. Mesmo em situações em que o imunizante já foi comprado, o prazo de entrega tem se estendido por meses, atrasando a imunização de milhares de pessoas.

De acordo com a Opas, quase 12 milhões de doações de vacinas dos Estados Unidos, Espanha, Noruega, França e Suécia não serão suficientes para proteger as centenas de milhões de pessoas que permanecem expostas ao vírus. Apenas um pouco mais de 23% da população da América Latina e do Caribe foi totalmente vacinada.

Vários países das Américas, como o Brasil, Estados Unidos e México, tiveram os números mais altos de casos nos últimos dias, o que reforça que, mesmo com a vacinação, os cuidados ainda precisam ser mantidos. Somente na última semana, foram registrados mais de 1,5 milhão de casos novos de Covid-19 e cerca de 20 mil mortes relacionadas à doença no continente.


Fonte: Bancários Bahia.

2 visualizações

Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM