top of page
  • SEEB Juazeiro

Descaso de Bolsonaro pode aumentar a fome



Bolsonaro não tem proposta concreta para socorrer milhões de brasileiros que passam fome. Nesta terça-feira (19/10), o governo adiou o anúncio do Auxílio Brasil. O programa não tem regras claras e, agora, não tem nem data de lançamento.

O presidente e a equipe econômica estão afundados em escândalos. Por isso, o novo programa de Bolsonaro não passa de uma propaganda eleitoral. Uma tentativa de melhorar a imagem da má gestão do governo, de olho nas eleições de 2022.

Sem solução, milhões de famílias em insegurança alimentar podem ser empurradas à situação de fome. A maior parte dos beneficiários da atual rodada do auxílio emergencial recebe R$ 150,00 mensal. São 19,9 milhões de lares que correspondem a 43,6% do contingente atendido pelo programa.

Vale lembrar que o Bolsa Família é referência mundial no combate à fome. Por isso, deveria ser fortalecido, em vez de ser substituído pelo Auxílio Brasil, programa cheio de incertezas.


Fonte: Bancários Bahia.

2 visualizações

Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM
bottom of page