• SEEB Juazeiro

Contratações na Caixa impulsionam saldo do emprego bancário



O setor bancário apresentou saldo positivo de 2.751 postos de trabalho entre janeiro e setembro de 2021. Esta é uma boa notícia diante do avanço de cortes de vagas dos últimos anos, mas ainda não mostra uma tendência de recuperação do emprego nos bancos. Basta ampliar a análise para os últimos 12 meses e o saldo volta a ser negativo, com o fechamento de 6,7 mil postos de trabalho.

Segundo o Dieese, tendo como base os dados do Caged, o saldo positivo foi impulsionado pelas contratações na Caixa, feitas por determinação judicial e pressão do movimento sindical. Os outros bancos contrataram mais profissionais de tecnologia da informação, em consequência do acelerado processo de digitalização dos atendimentos. Isso a longo prazo deve reduzir ainda mais as vagas para os bancários.

Em setembro, por exemplo, foram realizadas 4.365 admissões e 3.116 desligamentos, o saldo ficou positivo em 1.249 vagas. Foram 692 contratações pela Caixa e 556 pelos “Bancos Múltiplos com Carteira Comercial”. Destas 556 contratações, 298 são ligadas diretamente à Área de TI (a função de “Analista de Desenvolvimento de Sistemas” foi a que obteve maior saldo positivo com a criação de 261 vagas).

Os dados do Caged mostram também que os bancos seguem com a política de achatamento salarial da categoria. O salário mensal médio de um bancário admitido em setembro corresponde a 92,9% do salário médio mensal do demitido. Esta é mais uma tática para aumentar os lucros dos bancos. Fonte: FEEB

7 visualizações

Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM