top of page
  • SEEB Juazeiro

Brasil tem 39,3 milhões de trabalhadores informais



Com o ultraliberalismo imposto pelo governo Bolsonaro, a informalidade dispara no Brasil. O número de trabalhadores informais atingiu o recorde da série histórica, chegando à marca de 39,3 milhões. Equivalente a 40% da população economicamente ativa.

De acordo com a Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) Contínua, do IBGE, o emprego sem carteira cresce duas vezes mais do que o com carteira assinada. Em 12 meses, o trabalho sem carteira subiu 23% - acréscimo de 2,438 milhões. Já o emprego formal no setor privado teve alta de apenas 11,6%.

O número de trabalhadores subutilizados, pessoas que gostariam de trabalhar mais, somam 24,736 milhões. Enquanto os desalentados – gostariam de trabalhar, por sua vez, são 4,265 milhões.

O levantamento ainda indica que o rendimento dos trabalhadores teve queda de 5% em 12 meses. Mas, no trimestre seguiu estável na comparação com o período anterior, em R$ 2.652,00. Fonte: Bancários Bahia

0 visualização

Comments


Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM
bottom of page