top of page
  • SEEB Juazeiro

Bolsonaro reduz em 34% o orçamento da educação




A educação básica sofreu um grande desmonte durante o governo Bolsonaro. Em 2023, o MEC (Ministério da Educação) será entregue com orçamento 34% menor na comparação a 2019.

No PLO (Projeto de Lei Orçamentária) de 2019, o governo de Michel Temer previa para a área R$ 7,9 bilhões, em valores corrigidos pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). Agora, a educação básica, que inclui da creche ao ensino médio, vai ter apenas R$ 5,2 bilhões.

A nota técnica do movimento Todos Pela Educação aponta que o governo federal bloqueou pelo menos R$ 3,6 bilhões no orçamento para o próximo ano. Desse total, R$ 1 bilhão teria como destino investimentos, principalmente na parte da infraestrutura escolar.

Durante os quatro anos de Bolsonaro, especialistas criticaram o MEC pela falta de coordenação nacional. A ausência de políticas públicas e de uma gestão efetiva em meio à pandemia de Covid-19 referente ao fechamento das escolas também foi alvo de críticas.

Bancários Bahia

1 visualização

Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM
bottom of page