• SEEB Juazeiro

Bolsonaro libera agrotóxicos extremamente prejudiciais



Em clara demonstração que não se importa com os brasileiros, Jair Bolsonaro liberou mais veneno para o prato do povo. Foram aprovados mais 67 agrotóxicos. A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) considera sete deles extremamente tóxicos. Não era para ser liberado.

O registro destes produtos cresceu de forma disparada no atual governo. No total, 590 agrotóxicos foram autorizados pelo presidente. Enquanto o governo Lula liberou 117 produtos formulados. Já com Michel Temer, a quantidade de veneno liberada para os produtores rurais saltou para 470.

Além disso, 54 produtos do novo lote ou 80% do total são classificados como perigosos para o meio ambiente por conter substâncias que podem atingir águas subterrâneas ou causar a morte de organismos marinhos. Bolsonaro foi uma verdadeira mãe para fabricantes de venenos agrícolas que muitos são de alta periculosidade para a saúde humana.


Bancários Bahia

0 visualização

Busca

Outras Notícias