top of page
  • SEEB Juazeiro

Bolsonaro extingue órgão que apurava crimes da ditadura




Em mais uma atitude desumana, o governo Bolsonaro decidiu acabar com a CEMDP (Comissão Especial de Mortos e Desaparecidos Políticos), órgão responsável por investigar crimes praticados durante a ditadura militar.

A decisão extingue o órgão que foi instituído em 1995 e era ligado ao MMFDH.

(Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos). Vale lembrar que quando parlamentar, Bolsonaro chegou a posar ao lado de um cartaz que ironizava as buscas por desaparecidos políticos da ditadura.

A crueldade não para por aí. Em 2019, o ex-capitão decidiu alterar a composição da CEMDP, nomeando aliados, depois de a comissão reconhecer que o Estado era responsável pelo desaparecimento de Fernando Santa Cruz, símbolo da resistência contra a ditatura militar.

Bancários Bahia

1 visualização

Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM
bottom of page