• SEEB Juazeiro

BB deve avançar em programa contra violência doméstica


O Banco do Brasil aderiu à campanha Sinal Vermelho contra a violência doméstica. A ação oferece ajuda em farmácias, órgãos públicos e agências às mulheres que apresentem um X vermelho na mão ou em um papel. A iniciativa é válida, mas o BB tem de avançar na implantação do programa de atendimento às próprias funcionárias, como previsto na CCT (Convenção Coletiva de Trabalho).

Desde março de 2020, os trabalhadores conquistaram, após muita luta na campanha salarial, a implementação de mecanismos de atendimento às bancárias vítimas de violência doméstica e familiar. Um aditivo que prevê a criação do programa de prevenção à prática foi incorporado à CCT em setembro do ano passado, com previsão de acolhimento, atendimento psicológico, transferência de local de trabalho e todo o sigilo que os casos necessitam.

Apesar de ter enviado comunicado interno divulgando a adesão ao programa, medidas que deveriam ser tomadas pelo BB não tiveram andamento ou falta informação por parte da empresa.

1 visualização

Busca

Outras Notícias