• SEEB Juazeiro

Bancários participam em peso da carreata por vacina


Bancários de toda a Bahia saíram em carreata, na manhã deste sábado (05/06), para pedir a inclusão dos trabalhadores das agências no grupo de prioridade contra a Covid-19. Em Salvador, o Vale do Canela ficou pequeno. Centenas de carros ocuparam a via ainda cedo, antes das 9h, horário da concentração. Difícil achar o fim da fila com tantos veículos.

Antes de sair em direção ao Imbuí, local de dispersão, o presidente do Sindicato, Augusto Vasconcelos, destacou o importante papel cumprido pelos bancários durante a maior crise sanitária da história do Brasil e denunciou novamente a falta de vacina para os trabalhadores que estão incluídos na lista de atividades essenciais, conforme o Decreto 10.282 de março de 2020.

Ressaltou que a categoria trabalha desde o início da pandemia do coronavírus, inclusive quando os estados decretam medidas restritivas. No entanto, ainda assim, é ignorada pelo governo Bolsonaro e segue de fora do PNI (Plano Nacional de Imunização). Uma incoerência total.

O Sindicato atua há meses pela inclusão dos trabalhadores no grupo prioritário. Já enviou diversos documentos ao Ministério da Saúde, participou de reuniões com as Secretarias Estadual e Municipal de Saúde, além de realizar campanhas, abaixo-assinado, protestos e audiências para cobrar celeridade na vacinação.

Diariamente, os bancários atendem milhares de pessoas e estão altamente expostos à contaminação por Covid-19. Uma pesquisa feita recentemente pelo Sindicato mostra. Entre os que responderam, 28,5% já testaram positivo para a doença e 67,71% atendem diretamente ao público.

Um outro dado, do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), é ainda mais preocupante. Nos três primeiros meses de 2020 foram feitos 55 desligamentos por motivo de morte nos bancos. No mesmo período de 2021, o número saltou para 152. Crescimento de 276,4%.

3 visualizações

Busca

Outras Notícias