• Bancários Juazeiro

Milhões de brasileiros podem ter BPC reduzido



A reforma da Previdência ameaça dois milhões de idosos e pessoas com deficiência em situação de extrema pobreza, beneficiados pelo BPC (Benefício de Prestação Continuada). Pela proposta do governo Bolsonaro, a idade mínima para ter direito ao benefício sai dos atuais 65 anos para 70 anos.

O valor também vai despencar. Hoje é de um salário mínimo (R$ 998,00), mas com a reforma será reduzido em 60%, pelo menos até que a pessoa complete 70 anos. Atualmente, as pessoas em situação de extrema pobreza podem receber R$ 400,00 ao completar 60 anos.

Dados do IBGE apontam que apenas 1% dos idosos brasileiros vive na miséria. Antes da criação do BPC, em 1995, eram 12,6%, queda de 92%. Outra pesquisa do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) mostra que sem o BPC, a maioria dos dois milhões de idosos beneficiados seria indigente.

O benefício não é o único responsável por reduzir o número de pessoas mais velhas extremamente pobres. A aposentadoria rural, outro alvo da reforma da Previdência, também contribui para as melhorias nas condições da população idosa. Beneficia cerca de 9,5 milhões de idosos e tem papel fundamental no combate à desigualdade.

1 visualização

Busca

Outras Notícias