• Bancários Juazeiro

Privatização da Caixa não faz o menor sentido


Privatizar a Caixa não faz sentido. O movimento sindical trava constante luta e não vai cansar enquanto as ameaças não cessarem e a campanha em defesa do banco 100% ganha força. A empresa apresenta crescimento recorde nos lucros e forte representatividade no mercado. Vendê-la beneficia apenas o capital privado.

O brasileiro precisa estar ciente dos perigos que uma possível privatização representa para o desenvolvimento do país, principalmente para os programas de inclusão social que deram um novo sentido à vida de milhões de brasileiros, como o Minha Casa Minha Vida, Fies, Bolsa Família.

O banco é responsável pela gestão de importantes conquistas dos trabalhadores brasileiros que agora estão na mira da política neoliberal, a exemplo do seguro-desemprego e do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

A Caixa ainda exerce um papel fundamental na regulação do mercado financeiro há mais de 150 anos. Enquanto os bancos privados aumentam absurdamente os juros, a instituição pode reduzir e gerar competitividade, o que obriga os mesmos a também reduzirem as taxas.

No Brasil atual, cerca de 75% das casas financiadas são pela Caixa, é o banco da habitação. Se privatizada, o cunho social se perderá e o brasileiro será fortemente penalizado. Para participar da campanha, é preciso acessar o site www.naotemsentido.com.br e enviar um vídeo de até 15 segundos com uma mensagem dizendo por qual motivo a Caixa não pode ser privatizada.

10 visualizações

Busca

Outras Notícias

INSTAGRAM
© Copyright 2017 - Sindicado dos Bancários de Juazeiro e Região (SEEB)
Rua Sete de Setembro, nº 71 - Centro - Juazeiro/BA - CEP: 48.903-670
Fone: (74) 3611-3312 - E-mail: seebjuazeiroeregiao@yahoo.com.br
Todos os Direitos Reservados.