• Bancários Juazeiro

Ilan Goldfajn, presidente do BC, defende reformas


O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, defende a continuidade das reformas na economia brasileira como justificativa para a manutenção da inflação baixa no médio e longo prazos.

Para quem não lembra, Goldfajn era economista-chefe e sócio do Itaú, banco que apoiou o golpe de 2016, segundo ele, as reformas, como a da Previdência, vão ajudar também na redução de juros e na recuperação da economia, que anda mal das pernas graças à gestão desastrosa do governo Temer.

Na verdade, a reforma da Previdência, só beneficia o grande capital, inclusive o sistema financeiro, que pretende lucrar muito com planos de previdência privada. Outra fonte de ganhos altos dos bancos é a cobrança de juros abusivos. O Brasil tem a mais alta taxa entre 40 países.

0 visualização

Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM