• Bancários Juazeiro

Salário mínimo vai encolher ainda mais


Mais um ataque do golpismo neoliberal aos interesses populares se confirmou nesta semana. A estimativa do salário mínimo para 2019, que tinha sido previsto para ficar em R$ 1.002,00, foi reduzido em R$ 4,00 e assim despenca para R$ 998,00.

Ilegítimo, o governo Temer alega que a redução do valor estipulado em abril se deu por conta da alta taxas na inflação, que subiu 0,60%, com impacto mais drástico sobre as famílias de baixa renda, segundo pesquisa da FGV (Fundação Getulio Vargas).

Outra justificativa é o pífio crescimento de somente 1% do Produto Interno Bruto, cujas taxas dos dois últimos anos incidem sobre a estimativa do salário mínimo. No entanto, a imprensa que apoia o golpe comemora, a fim de enganar a população, escondendo inclusive o fato de que em 2016, ano do impeachment, o PIB foi de 2,5%.

Os valores estipulados, antes e depois do rebaixamento, estão bem abaixo dos previstos pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), de R$ 3.696,95, para atender as necessidades de uma família com quatro pessoas.

2 visualizações

Busca

Outras Notícias