• Bancários Juazeiro

Mesmo com lucro alto, Temer desmonta estatais


As estatais tiveram um crescimento de 214,1% na comparação entre 2016 e 2017. No ano passado, o balanço total das empresas públicas foi de R$ 28,3 bilhões. Em 2016, de R$ 9,03 bilhões. Fazem parte do conglomerado Banco do Brasil, BNDES, Caixa, Eletrobras e Petrobras. Importante lembrar que essas cinco empresas são as maiores entre as 146 estatais e representam mais de 95% dos ativos totais.

O grupo Petrobras (BR Distribuidora, Transpetro e Liquigás) teve o maior crescimento, saindo de um prejuízo de R$ 13 bilhões em 2016 para um lucro líquido de R$ 377 milhões. Já em relação ao valor de mercado, o melhor resultado foi do Banco do Brasil, que encerrou 2017 com valor de mercado de R$ 91,2 bilhões.

Mesmo com os números positivos, o governo Temer insiste no desmonte das empresas, para privatizar. Uma das medidas é enxugar o quadro de pessoal e 2017 terminou com menos 28 mil empregados ante 2016. Nos Correios, foram desligados 7.488 funcionários. Na Caixa foram 7.324, Petrobras, 4.060, e Banco do Brasil, 3.198 desligamentos.

1 visualização

Busca

Outras Notícias