• Bancários Juazeiro

Bancos abusam. Juros seguem elevados


Os bancos são os principais anunciadores nos grandes veículos de comunicação do país. Por isso, omitem que o brasileiro continua a pagar uma das maiores taxas de juros do mundo.

Quem entra no rotativo do cartão de crédito e deixa a dívida virar uma bola de neve paga de juros 334,6% ao ano. O índice é o mais alto entre todas as modalidades avaliadas pelo Banco Central.

Uma outra pesquisa aponta que os clientes das classes D e E representam hoje 80% dos inadimplentes de cartão de crédito. Isso porque são os primeiros a sentirem os efeitos da política de arrocho fiscal, imposta pelo governo Temer, em nome da crise.

O cheque especial também tira o sono do cidadão. A taxa ficou em 323% ao ano, extremamente elevada. Com tanta farra, o ideal é o brasileiro colocar na ponta do lápis a despesa do mês e sempre deixar um dinheiro reservado para os momentos de aperto. Se não houver jeito, recorrer a modalidades mais em conta.

4 visualizações

Busca

Outras Notícias