• SEEB Juazeiro

Vacina, PDG e contratações em pauta no BB


Em reunião com o presidente do Banco do Brasil, Fausto Ribeiro, a CEBB (Comissão de Empresa dos Funcionários do BB) e o Comando Nacional dos Bancários destacaram a importância das mesas de negociações e a inclusão, urgente, dos funcionários no grupo prioritário de vacinação contra a Covid-19.

Os representantes dos trabalhadores pediram apoio e empenho do presidente do banco na luta pela inserção de todos os bancários no PNI (Plano Nacional de Imunização). Fausto disse concordar com a reivindicação e reafirmou que esta é também uma demanda dos bancos.

Importante destacar que, se o sistema financeiro realmente quiser, todos os trabalhadores das agências podem ser vacinados, uma vez que o setor sustenta o governo Bolsonaro e tem condições de pressionar.

A luta dos sindicatos pela imunização da categoria tem sido grande. Os bancários estão na linha de frente, arriscando a vida para atender a população desde o início da pandemia, em março de 2020. Nem mesmo quando são adotadas medidas restritivas nas cidades, as agências fecham. Portanto, os trabalhadores já deveriam ter sido imunizados.

Outras questões Na reunião com o presidente do banco, a CEBB também entregou um ofício apontando uma série de questões referentes ao PDG (Programa de Desempenho de Gratificado) e cobrando melhorias.

Destacou ainda a urgência da realização de concurso público para a reposição do quadro de funcionários. Dados do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) apontam que, de 2012 a 2020, houve redução de 28.042 trabalhadores no BB.

2 visualizações

Busca

Outras Notícias