top of page
  • SEEB Juazeiro

Usuários devem ter segurança com o uso do pix



A ANPD (Autoridade Nacional de Proteção de Dados) está atenta aos casos de vazamento de informações envolvendo o PIX - sistema de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central. Segundo o órgão responsável por zelar pela proteção de dados pessoais no país, a gratuidade do serviço não pode servir de justificativa para a falta de segurança.

Em seis meses, o Banco Central divulgou três episódios de vazamento de informações, envolvendo 576.785 chaves PIX. Como já foram abertos processos na ANPD para analisar as ocorrências, sanções podem ser aplicadas ao BC e às instituições financeiras, baseadas na LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados).

Apesar da gravidade, o Banco Central analisa que os vazamentos têm baixo impacto, pois envolveram apenas dados cadastrais, como nome, CPF, instituição de relacionamento, número da agência e da conta. Para o BC, por não envolver informações sensíveis ou sigilosas que permitiriam a movimentação de recursos nas contas das pessoas, não tem problema. Descaso.

Fonte: Bancários Bahia

1 visualização

Comments


Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM
bottom of page