• SEEB Juazeiro

Taxas de juros pesam no bolso do consumidor




Enquanto a renda do brasileiro diminui, isso quando o cidadão consegue ter algum tipo de rendimento, o custo de vida aumenta. Com tudo custando o olho da cara, as taxas de juros das operações de crédito subiram novamente em abril, de acordo com a Anefac (Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade).

A taxa média geral para pessoa física teve alta de 0,06 ponto percentual no mês (1,33 ponto percentual no ano) e alcançou 5,80% ou 96,71% ao ano. É a maior taxa desde dezembro de 2019. A tendência de elevação acompanhou todas as linhas de empréstimo no mês.

A Anefac estima que os juros das operações de crédito continuem crescendo e que a inadimplência aumente em função do fim das carências nos empréstimos. Em paralelo, com o desemprego lá em cima, o auxílio emergencial reduzido e a alta da inflação, o brasileiro faz malabarismo para conseguir comer. Pagar as dívidas, realmente, não tem como ser prioridade.


Bancários Bahia

2 visualizações

Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM