• SEEB Juazeiro

Sindicatos cobram da Fenaban empenho por vacinação




A vacinação contra a Covid-19 de todos os trabalhadores das agências foi um dos principais assuntos discutidos durante reunião entre o Comando Nacional dos Bancários e a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), nesta segunda-feira (24/05). As unidades estão abertas, atendendo o público desde o início da pandemia, em março do ano passado.

A Fenaban concorda com a reivindicação. Inclusive informou que já solicitou ao Ministério da Saúde a inclusão da categoria no PNI (Plano Nacional de Imunização) e pediu ao governo uma análise epidemiológica.

Durante os debates, o Comando Nacional dos Bancários chamou atenção ainda para falhas nos protocolos estabelecidos pelos bancos no combate ao coronavírus nas agências. Agora, os representantes dos trabalhadores estão construindo um Protocolo Nacional Único de enfrentamento à Covid-19.

A Medida Provisória 1034/2021 que, entre outras alterações, aumenta a CSLL dos bancos de 20% para 25% até dezembro de 2021, mas deixa de fora as Fintechs também foi pauta. Segundo a Fenaban, a elevação gera uma concorrência desleal e vai impactar na perda de empregos no setor financeiro.

Há Fintechs hoje que tem valor de mercado maior do que os grandes bancos, mas não pagam a mesma CSLL, nem contratam os trabalhadores com os mesmos direitos da CCT dos bancários, nem cumprem as mesmas regras de depósito compulsório do Banco Central.

Os sindicatos fizeram um contraponto sobre o fechamento de agências e perda de postos de trabalho nos bancos nos últimos anos. Também criticaram o fato de a Fenaban ter apoiado a Lei da terceirização e as reformas trabalhista e da Previdência. As medidas contribuíram para arranjos de contratação precários em várias empresas, aumentando a concorrência desleal.

Por fim, o Comando Nacional dos Bancários defendeu uma Reforma Tributária Solidária, com a redução da tributação sobre o consumo e sobre salários e aumento da tributação de grandes fortunas e patrimônios. Os presidentes do Sindicato dos Bancários da Bahia, Augusto Vasconcelos, e da Federação da Bahia e Sergipe, Hermelino Neto, participaram da reunião virtual.


Bancários Bahia

31 visualizações

Busca

Outras Notícias