• SEEB Juazeiro

Santander Brasil explora funcionários e lucra R$ 4 bi



Resultado da exploração dos funcionários, o Santander Brasil obteve lucro líquido societário de R$ 3,946 bilhões no primeiro trimestre de 2022. Avanço de 40,1% na comparação com os três primeiros meses do ano passado, quando lucrou R$ 2,816 bilhões.

O lucro gerencial do banco espanhol, que exclui fatores extraordinários, foi de R$ 4,005 bilhões de janeiro a março deste ano. É evidente que a lucratividade do Santander no Brasil é às custas da cobrança por metas inalcançáveis em cima dos bancários, a exploração dos empregados trabalhando por quatro, com acúmulo de funções, além das demissões em massa realizadas na pandemia.

Só de ROAE (Retorno Ajustado sobre o Patrimônio Líquido Médio), um indicador da lucratividade dos bancos, o Santander alcançou 20,7%, ante 20% no quarto trimestre de 2021. Em março, a carteira de crédito totalizou R$ 455,2 bilhões.

Apesar do desprezo do banco em relação aos funcionários brasileiros, são eles os responsáveis por cerca de 30% do lucro mundial do conglomerado. O Santander sobrecarrega os trabalhadores com acúmulo de mais tarefas e responsabilidades. Recentemente, demitiu gerentes a atendimento depois de acabar com a função de GA e criar o novo cargo de GNS (Gerente de Negócios e Serviços). Fonte: Bancários Bahia

2 visualizações

Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM