• SEEB Juazeiro

PLR 2012: Funcionários do BNB têm vitória na Justiça



O BNB foi condenado, pelo TST (Tribunal Superior do Trabalho), a pagar a diferença alusiva à PLR (Participação nos Lucros e Resultados) de 2012 aos funcionários. O movimento sindical entrou com ação em 2014, porque a diferença no lucro líquido por conta do ajuste feito pela empresa no exercício de 2012 não foi repassada para efeito da PLR dos trabalhadores.

O BNB negou, em 2015, que houvesse dívida junto aos funcionários e ainda tentou se isentar por meio de documentos, mas as entidades representativas comprovaram a existência do débito.

O processo contra o Banco do Nordeste será encaminhado para apuração de cálculos em liquidação de sentença, nos termos firmados pelo acórdão. Por isso, é tão importante que os bancários fortaleçam os sindicatos e todas as entidades representativas, que lutam para defender os direitos dos trabalhadores.


Fonte: Bancários Bahia.

19 visualizações

Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM