• SEEB Juazeiro

Plano de privatizações ganha apoio da mídia golpista


Como parte das medidas do governo neoliberal de Bolsonaro, a agenda de privatizações tem ganhado destaque na grande imprensa brasileira. Quase sempre as informações divulgadas sobre a venda do patrimônio público respaldam o projeto nefasto na ideia do Estado mínimo.

As reportagens sempre destacam a falsa ideia de ineficiência de importantes estatais, como justificativa para vendê-las. Outro mito reforçado pela mídia é a necessidade de o governo fazer caixa para pagar a dívida pública. O objetivo é convencer a sociedade de que as empresas não oferecem serviços de qualidade à população e só causam gastos à União. 

Nas últimas semanas, as notícias sobre privatizações tiveram como alvo o projeto de venda dos Correios e de ativos da Petrobras, incluindo o banco digital da Caixa. Mas este processo não é recente. Nos últimos meses, a Caixa Seguridade, Eletrobras, Petrobras e Casa da Moeda também receberam destaque em veículos de circulação nacional, com o discurso de venda, que só beneficia o capital estrangeiro.

Em todas as divulgações sobre privatizações não são consideradas as atuações das empresas públicas e o papel relevante que as instituições têm para o desenvolvimento econômico e social do país. É lamentável que os meios de comunicação, ao invés de fomentar um debate capaz de informar o quão grave será as perdas, ajuda no projeto do governo em liquidar o rico patrimônio brasileiro.

1 visualização

Busca

Outras Notícias

INSTAGRAM
© Copyright 2017 - Sindicado dos Bancários de Juazeiro e Região (SEEB)
Rua Sete de Setembro, nº 71 - Centro - Juazeiro/BA - CEP: 48.903-670
Fone: (74) 3611-3312 - E-mail: seebjuazeiroeregiao@yahoo.com.br
Todos os Direitos Reservados.