• SEEB Juazeiro

Planejamento de estratégias contra golpes digitais



Com o uso mais intenso da internet durante a pandemia de Covid-19, os golpes virtuais dispararam. Por terem responsabilidade, a Febraban (Federação Brasileira de Bancos) e o Ministério da Justiça planejam a criar uma estratégia nacional de combate ao crime cibernético.

As ameaças eletrônicas cresceram 394%, entre 2019 e 2020, conforme dados da Apura Cybersecurity Inteligence. Além do vazamento de informações de 592 mil cartões internacionais, 262 mil cartões nacionais e 220 milhões de credenciais de acesso, como senhas. Portanto, formas de combate a estes crimes são mais do que necessárias.

Em nota, a Febraban informou que a proposta debatida pretende "ampliar a identificação e repressão dos responsáveis pelos crimes, expandir o conhecimento técnico das forças de segurança e promover cooperação entre agentes públicos e privados". Entre as ações previstas, desenvolvimento de plataformas de compartilhamento de dados de fraudes por meios digitais e campanhas de conscientização da população sobre os riscos cibernéticos e fraudes.


Fonte: Bancários Bahia.

2 visualizações

Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM