• SEEB Juazeiro

PL que ameaça descanso dos bancários é barrado



Após intensa pressão do movimento sindical, o PL (Projeto de Lei) 1043/2019, que autoriza a abertura de agências bancárias nos fins de semana, foi retirado da pauta da Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados. O texto seria votado nesta quarta-feira (25/05) e favorece apenas a ganância dos bancos e acarreta em uma série de prejuízos aos trabalhadores e aos clientes.

Em nome do lucro, o PL ataca o direito fundamental ao descanso e lazer aos sábados e domingos da categoria, aumentando a sobrecarga dos empregados e elevando o índice de adoecimento, além de ignorar a questão de segurança. Em janeiro, o Santander impôs a abertura de todas as 3 mil agências do Brasil me um sábado, mas a decisão foi impedida em alguns lugares. O Sindicato dos Bancários da Bahia obteve limiar impedindo que as unidades do Estado fossem abertas.

Uma mentira contada para tentar passar o projeto é a promessa de gerar novas oportunidades de emprego para o setor. Na realidade, só precariza o trabalho e a renda dos funcionários, inclusive incentiva a terceirização irrestrita com a contratação de outros trabalhadores para executar o trabalho dos bancários.

A reforma trabalhista é um grande exemplo. Foi aprovada sob a alegação de gerar milhões de empregos para população, mas, na verdade, elevou a taxa de desemprego no país de 11,9% para em torno de 15%, entre 2017 e 2021. Retrocesso puro. Fonte: Bancários Bahia

2 visualizações

Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM