top of page
  • SEEB Juazeiro

Pauta de reivindicações é entregue à Cassi



Como parte das negociações da campanha salarial deste ano, os membros da CEBB (Comissão Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil) entregaram, nesta quarta-feira (28/07), a pauta específica de reivindicações à direção da Cassi. O documento foi elaborado durante o 33º Congresso Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil, realizado em junho.

Na oportunidade, foi entregue também um ofício ao presidente da Caixa de Assistência dos Funcionários, Clovis de Castro Júnior, pedindo transparência e o retorno da publicação mensal dos resultados por planos da entidade. Até dezembro de 2021 eram publicados os resultados mensais, por plano, no Visão Cassi. Neste ano, apenas um banner foi divulgado, no qual se apresenta o resultado do 1º trimestre, sem maiores detalhamentos.

O Plano Associados da Cassi acumula, no primeiro quadrimestre de 2022, déficits operacional e líquido de R$ 118 milhões e R$ 567 mil, respectivamente, com projeção para o ano de R$ 250 milhões negativos, o que levará ao consumo de reservas da Cassi. A cobrança é por um posicionamento do BB e da Cassi sobre os números reais, já que parece que a entidade não se preparou para evitar o desequilíbrio.

Os representantes dos trabalhadores reivindicam também a ampliação da lista de medicamentos do PAF (Programa de Assistência Farmacêutica) e do PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional). Outra solicitação é um posicionamento sobre a nova regra da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), que passa a valer a partir de segunda-feira (01/08), determinando que os planos não poderão mais limitar o número de consultas e sessões com psicólogos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais e fisioterapeutas. Fonte: Bancários Bahia

1 visualização

Comments


Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM
bottom of page