• SEEB Juazeiro

Participe do abaixo-assinado por vacinação




O decreto presidencial de calamidade pública, publicado em março de 2020, definiu os serviços bancários como atividade essencial. Desde então, as agências estiveram sempre abertas e lotadas, aumentando a exposição dos trabalhadores ao coronavírus. Agora, com a vacinação, a categoria ficou de fora do grupo prioritário. Um absurdo.

Diante da omissão do governo Bolsonaro, o Sindicato dos Bancários da Bahia amplia a pressão para garantir a imunização dos trabalhadores o quanto antes. Entre as ações, está um abaixo-assinado que será encaminhado para o Congresso Nacional e o Ministério da Saúde. Basta acessar AQUI para participar.

Milhares de bancários foram contaminados pela Covid-19 desde o início da pandemia. Centenas perderam a luta para a doença. Mas, mesmo com medo, os trabalhadores seguem na linha de frente, ajudando a amenizar a dor da população atingida financeiramente pela crise sanitária.

Na Caixa, a falta de planejamento para realizar o pagamento do auxílio emergencial gera filas gigantescas e muitos transtornos. A superexposição deixa empregados e clientes mais susceptíveis à contaminação, aumentando a triste estatística do Brasil, que hoje tem mais de 14 milhões de infectados e ultrapassou a marca das 400 mil mortes.

19 visualizações

Busca

Outras Notícias