top of page
  • SEEB Juazeiro

No BNB, cobrança de mais contratações




Em mais uma rodada de negociação permanente, a CNFBNB (Comissão Nacional dos Funcionários) do BNB cobrou da direção do banco a contratação de funcionários, principalmente para as agências. O quadro de pessoal é insuficiente para atender a demanda, o que resulta em sobrecarga de trabalho e prejuízos à saúde.

Os representantes dos bancários questionaram sobre os programas Promova-se e Convergente. Houve cobrança em relação a avaliação sobre a pontuação das centrais e pontuações específicas para concorrências e sobre a divulgação do painel de concorrência para dar mais visibilidade aos funcionários das agências. Segundo o banco, estudos estão sendo realizados.

Na reunião, realizada na sexta-feira (02/06), a CNFBNB denunciou o acúmulo de função entre gerente operacional e gerente administrativo. Além de ter cobrado posicionamento sobre a requalificação das agências. Ainda houve cobrança relativa à reestruturação do PCS (Plano de Cargos e Salários), que precisa ser revisto com urgência por conta da mudança geracional no banco. Em breve, os trabalhadores estarão no último nível, sem possibilidade de avanço na carreira, como já acontece em muitos casos.

O encarreiramento de áreas técnicas foi questionado. O BNB informou que realiza estudos sobre o tema, mas a Comissão reforçou que independentemente da área técnica, todos são bancários e beneficiados pela CCT (Convenção Coletiva de Trabalho). O diretor Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe, Waldenir Brito, participou da negociação.

1 visualização

Kommentare


Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM
bottom of page