top of page
  • SEEB Juazeiro

Mudanças no Bradesco geram preocupações




O anúncio recente do CEO do Bradesco, Marcelo Noronha, de encerrar a política de "carreira fechada" gera uma onda de preocupações dentro e fora da empresa. A medida, que marca mudança radical na identidade da organização, é vista como um passo em direção à perda de essência como um banco popular e diversificado.

A decisão de abolir a tradicional política de contratação e formação de profissionais internos, uma marca registrada do Bradesco, tem levantado questões sobre a falta de valorização dos funcionários e a possível erosão do senso de identidade corporativa.

A ausência de um forte departamento de Recursos Humanos pode levar a práticas de apadrinhamento, minando a meritocracia e resultando em desengajamento por parte dos colaboradores.

Além disto, o diretor do Sindicato dos Bancários da Bahia, Elder Perez, expressou preocupação com a perda de identidade do Bradesco, observando que a empresa vinha trilhando o caminho há algum tempo, mas apenas agora formaliza as mudanças.

Diante do cenário, fica evidente que a nova direção não pode apenas priorizar as necessidades dos investidores, mas preservar a cultura organizacional e o bem-estar dos funcionários.

O Sindicato acompanha de perto como as mudanças afetarão a reputação e relação com os colaboradores e clientes.


Bancários Bahia

4 visualizações

Comments


Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM
bottom of page