• SEEB Juazeiro

Metas e reestruturações serão temas da mesa permanente de negociação com a Caixa hoje (03)



Acontece hoje (03), a mesa permanente de negociações entre a Comissão Executiva dos Empregados da Caixa (CEE/Caixa) e a direção do banco. Esta será a primeira reunião após as negociações da Campanha Nacional dos Bancários de 2020. Além do teletrabalho e banco de horas, as metas abusivas que vêm sendo aplicadas e a recente reestruturação proposta pela Caixa estão entre as pautas de debate da mesa.


A gestão pelo medo tem aumentado na Caixa. As metas, o PDV e a reestruturação têm deixado os empregados em pânico e piorando ainda mais as condições de trabalho dos empregados. Na reunião, os empregados e a direção da Caixa irão discutir também novas contratações para o banco, Grupo de Trabalho Saúde Caixa, Grupo de Trabalho Promoção por Mérito, gestão do Desempenho de Pessoas (GDP), Fórum de Condições de Trabalho (regional) e o normativo CR 444 000, publicado em outubro pelo banco, que tratou do Programa de Incentivo às Práticas de Vendas Qualificadas (PQV).


Segundo a coordenadora da CEE/Caixa, Fabiana Uehara Proscholdt, essa reunião será importantíssima visto as últimas medidas que a Caixa vem tomando sem negociação com os trabalhadores, como a reestruturação surpresa. Cerca de 170 imóveis não terão seus aluguéis renovados e outros prédios serão vendidos. Como consequência, muitos empregados chegaram para trabalhar já com o aviso de mudança, sem saber para onde seriam transferidos.


"Uma mudança desse porte exige planejamento e não estamos vendo isso. A Caixa não informou ninguém sobre a mudança e muitos empregados não sabem onde vão trabalhar. Isso tem que ser negociado com os trabalhadores", explicou Fabiana.


O debate das metas volta para a pauta da mesa permanente. A reivindicação para reduzir as metas vem sendo feita pela Comissão dos Empregados desde o início da pandemia. Recentemente, a direção do banco reajustou a meta e empregados denunciaram que as metas até duplicaram. “É uma falta de respeito o que a Caixa está fazendo com os empregados. A pandemia não acabou, estamos vendo os números aumentarem novamente, e os empregados trabalharam a exaustão durante todo esse período”, ressaltou a coordenadora.


Membro da CEE/caixa e representante da Fetrafi/MG, Eliana Brasil destacou a importância da mesa permanente de negociação que discute diversos temas importante de interesse da categoria. “Nossa mesa permanente de negociação é uma conquista importante e um espaço fundamental para que possamos cobrar melhorias nas condições de trabalho e respeito aos empregados. Neste momento difícil, temos também que fortalecer nossa organização e nossa mobilização para defender os nossos direitos, garantir nossas conquistas e em defesa da CAIXA 100% pública”, afirmou.

1 visualização

Busca

Outras Notícias

INSTAGRAM
© Copyright 2017 - Sindicado dos Bancários de Juazeiro e Região (SEEB)
Rua Sete de Setembro, nº 71 - Centro - Juazeiro/BA - CEP: 48.903-670
Fone: (74) 3611-3312 - E-mail: seebjuazeiroeregiao@yahoo.com.br
Todos os Direitos Reservados.