• SEEB Juazeiro

Mais de 12 milhões de jovens não trabalham nem estudam


O governo Bolsonaro segue alcançando recordes infelizes. O Brasil já tem 12,3 milhões de jovens que não trabalham e não estudam. O grupo classificado como “nem-nem” representa 30% do contingente de pessoas com até 29 anos.

Para se ter ideia da gravidade, a quantidade de jovens “nem-nem” supera toda a população da Bélgica, de 11,56 milhões. O grupo é bem superior aos 25% de pessoas que estavam nesta condição em 2012, segundo a Consultoria IDados.

Sem programas e medidas capazes de gerar emprego, a cada ano, há um número crescente de estudantes que se formam e não conseguem entrar no mercado de trabalho.

Além disso, as empresas preferem garantir a permanência dos profissionais especializados e de difícil contratação. Consequentemente, os jovens são deixados para trás. Fonte: Bancários bahia

0 visualização

Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM