• SEEB Juazeiro

Governo libera reajuste de remédios em 5%. Dureza




Mais um aumento vai pesar no bolso das famílias brasileiras. O governo Bolsonaro autorizou e antecipou o reajuste de até 4,88% no preço de quase 20 mil remédios comercializados no Brasil.

A portaria que autoriza o aumento, publicada nesta segunda-feira (15/03), não explica o motivo da antecipação em 15 dias do usual, já que a resolução da CMED (Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos) determina a mudança dos preços em 31 de março de cada ano.

No ano passado, houve adiamento. Mas, em junho, o governo permitiu um aumento de 5,21% no preço dos medicamentos. O reajuste acontece justamente no pior momento da crise sanitária no país, quando o número de pessoas contaminadas com a Covid-19 disparou, enchendo os hospitais e comprometendo o sistema de saúde em quase todos os estados.

O cenário tem obrigado muitos governadores a retomarem as medidas mais restritivas, fechando o comércio. Quer dizer, mais pessoas vão ter a renda reduzida ou até perder tudo. Mas, o Bolsonaro ignora e eleva os preços dos remédio. Está realmente difícil.


Bancários Bahia

1 visualização

Busca

Outras Notícias