top of page
  • SEEB Juazeiro

Depois de usada por Bolsonaro, Caixa tem menor reserva




A Caixa, usada como ferramenta de campanha eleitoral do ex-presidente Jair Bolsonaro, alcançou o menor índice de liquidez de curto prazo já registrado, conforme indica os dados divulgados pelo portal UOL.

As informações, mantidas em segredo pela gestão anterior, mostram que, no fim do ano eleitoral, o montante da reserva da empresa chegou a R$ 162 bilhões, o que significa que é R$ 70 bilhões a menos do que em 2021.

A diminuição foi causada pela criação, em março de 2022, da linha de microcrédito para pessoas com nome sujo e empréstimos consignados ao Auxílio Brasil. No total, até a eleição, a Caixa liberou R$ 10,6 bilhões para 6,8 milhões de pessoas.

Nos últimos dois meses do ano, depois da derrota de Jair Bolsonaro, os novos créditos foram cortados radicalmente. O que comprova que o governo anterior fez uso político do banco na tentativa de se favorecer e sair vencedor nas eleições de 2022.

2 visualizações

Comments


Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM
bottom of page