• SEEB Juazeiro

Caixa anuncia novas unidades, mas contratações são insuficientes




Mais uma vez, a Caixa anunciou a ampliação da rede de atendimento neste ano. Serão 130 novas unidades, só que as contratações previstas - 2.766 - não suprem o déficit de empregados do banco, em torno de 15%.

Sem dúvidas, os novos postos de atendimento são extremamente necessários e essenciais para a população. Mas, ao abrir novas unidades e não realizar contratações suficientes, a Caixa precariza as condições de trabalho e a qualidade do atendimento.

O banco possui, atualmente, um déficit de quase 20 mil empregados. Para se ter ideia, em 2007, a instituição tinha média de 575,7 clientes por empregado. No primeiro trimestre deste ano, a média subiu para 1.780 – aumento de mais de 300%.

Um cálculo do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) compara a média da Caixa com o Santander. O banco privado tem 28,4 milhões de clientes e 44,8 mil funcionários, com média de 633,8 clientes por trabalhador. Já o banco público tem 145,7 milhões de correntistas e poupadores e 81,876 empregados. A média de 1.780 clientes por bancário.

Os empregados estão cada vez mais exaustos e adoecidos com a intensidade de trabalho, cobrança de metas desumanas e a retirada de direitos, como a PLR Social. A contratação dos aprovados no concurso público de 2014 é uma reivindicação antiga do movimento sindical. A Caixa tem de contratar mais.


Bancários Bahia

1 visualização

Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM