• SEEB Juazeiro

Brasileiros vão pagar R$ 40 bi na luz para acionistas




Enquanto os consumidores brasileiros sofrem com o alto custo de vida, os acionistas das distribuidoras de energia vão embolsar bilhões, através da conta de luz. Nos próximos cinco anos serão pagos R$ 40 bilhões a mais nas tarifas de energia para que as operadoras mantenham os rendimentos e distribuam os lucros aos acionistas.

O ataque ao bolso dos brasileiros foi através da Anaeel (Agência Nacional de Energia Elétrica) que regula o setor. A Agência liberou a tomada de empréstimos pelas distribuidoras, que alegam prejuízos. O valor captado junto aos bancos é repassado com juros nas contas do consumidor em um período maior, impactando principalmente as pessoas com menores rendimentos.

Vale ressaltar que a maioria das distribuidoras tem entre os acionistas o mercado financeiro, o mesmo que fornece os empréstimos, fazendo com que ganhem duas vezes. Como é o exemplo da Enel, que tem como acionista o governo italiano com 30%, a maior parte do restante é de fundos de pensão. Quando os bancos fazem empréstimos com juros, recebem pelo valor e pelos dividendos das ações que possuem.

A Anaeel, vinculada ao Ministério de Minas e Energia, diz que vem adotando medidas para o equilíbrio financeiro, mas, na verdade, eleva a rentabilidade das empresas, deixando que o consumidor seja prejudicado. O brasileiro já paga uma das tarifas de energia elétrica mais caras do mundo e agora irá enriquecer os bolsos dos acionistas. Fonte: Bancários Bahia


4 visualizações

Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM