top of page
  • SEEB Juazeiro

Bolsonaro transforma a Caixa em ferramenta política




Desde o início do mandato, em 2019, Jair Bolsonaro deixa de lado a principal premissa da Caixa – que é apoiar políticas públicas – e usa o banco público como ferramenta política, comprometendo o desempenho da estatal causando prejuízos à sociedade e aos empregados.

Os exemplos mais recentes do uso eleitoreiro foram a antecipação do pagamento do Auxílio Brasil e do Auxílio Gás, o empréstimo consignado do auxílio e o lançamento do programa “Você no Azul”, depois de afirmar que não incluiria propostas para endividados na campanha.

O governo Bolsonaro está acabando com o patrimônio nacional. A Caixa vem sofrendo perdas consideráveis, com vendas subsidiárias relevantes para o desenvolvimento do país, como a Caixa Seguridade, ações do Banco Pan e a criação do DTVM Caixa – com objetivo de privatizar ativos.

Dessa forma, o maior prejuízo do enfraquecimento do banco público é para a própria sociedade brasileira, que pode perder inúmeros programas sociais históricos do país. Bancários Bahia

10 visualizações

Comments


Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM
bottom of page