• SEEB Juazeiro

Bolsonaro tenta descredibilizar assédio na Caixa




Mais uma vez, Bolsonaro demonstra total desprezo às mulheres. Em entrevista à grande imprensa, declarou não existir “nada de contundente” nas graves denúncias de assédio sexual cometido pelo ex-presidente da Caixa, Pedro Guimarães, contra empregadas do banco.

A declaração do presidente é repugnante. Segundo ele, os depoimentos apenas sugerem “que isso poderia ter acontecido”. A representação dos trabalhadores repudia a postura, se solidariza novamente com as empregadas e se coloca em permanente defesa das vítimas.

As empregadas também se manifestaram sobre o comentário. Em nota, destacam que “assim como em suas duras e desprezíveis palavras, fomos desacreditadas e relegadas à nossa própria sorte pela instituição que deveria garantir nossa integridade. Mas não nos calamos e não iremos nos calar”.

O governo e a Caixa não podem continuar tentando abafar os casos de assédio sem dar a devida atenção e solução, com a punição a todos os envolvidos, conforme estabelece a legislação.

2 visualizações

Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM