top of page
  • SEEB Juazeiro

Bancários sob pressão. LER/Dorts machucam




Dor intensa, incapacidade para o trabalho e até para realizar simples atividades, como pentear o cabelo ou escovar os dentes. Esses são alguns dos sintomas provocados pelas LER/Dorts (Lesões por Esforços Repetitivos e Distúrbios Osteomoleculares). Mas, não para por aí. Tem ainda a ansiedade e depressão.

Os bancários sabem bem dos problemas gerados pela doença.


O cenário é preocupante. Na categoria, 89% dos acidentes reconhecidos pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) entre 2012 e 2016 foram relacionados as LER/Dorts e transtornos mentais. A situação se agravou nos anos seguintes e até 2021, eram cerca de 90%.


No ano passado, 21,1% dos acidentes de trabalhos sofridos por bancários e reconhecidos pelo INSS foram relacionados a doenças osteomuscular e do tecido conjuntivo. Outros 14,5% referentes aos transtornos nervosos. Quer dizer, 35% estão associados às LER/Dorts.


 Mas, o número de pessoas entre todas as categorias acometidas pelas doenças pode ser bem maior, por conta das subnotificações. Não à toa desde 2000, a OMS (Organização Mundial da Saúde) instituiu o Dia Mundial de Combate às LER/Dorts, em 28 de fevereiro. 


Bancários Bahia

7 visualizações

Comments


Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM
bottom of page