• SEEB Juazeiro

Bancários querem protocolos contra a varíola



Preocupado com o avanço da Varíola dos Macacos, a Monkeypox, o Comando Nacional dos Bancários cobrou aos bancos negociação urgente sobre os protocolos de prevenção nos locais de trabalho. Também reivindicam solução nos casos de suspeita ou confirmação de contaminação entre os trabalhadores das agências.

Para os representantes da categoria, é fundamental que as empresas forneçam equipamentos de proteção, afastem os empregados por, no mínimo, 21 dias em casos suspeitos ou confirmados. Também querem prioridade na vacinação assim que o imunizante esteja disponível no país e outras medidas que sejam recomendadas pelos especialistas.

A Varíola dos Macacos é transmitida por contato físico próximo com pessoas contaminadas. Não é transmissível pelo ar em longas distâncias. Mas, pode ser por via oral pelas gotículas de saliva ou secreções respiratórias. Contato com materiais - roupas, talheres, copos, toalhas, lençóis ou qualquer objeto - utilizados por uma pessoa contaminada é outra maneira possível de contaminação. O período de incubação da doença é de seis a 13 dias, mas pode variar de cinco a 21 dias. Fonte: Bancários Bahia

3 visualizações

Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM