• SEEB Juazeiro

Alimentos, gás e aluguel ficam mais caros em janeiro


Sem surpresa, alimentos, gás e aluguel ficaram mais caros no primeiro mês do ano, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). A vida dos brasileiros não tem sido nada fácil para dar conta de todas as despesas. O item alimentação no domicílio passou de 0,46%, em dezembro, para 1,03% em janeiro.

Entre os produtos que subiram mais estão cebola, frutas, café moído e carnes. Os percentuais ficaram entre 1,15% e 17,09%. Comer fora também ficou 0,81% mais caro. Em habitação, que teve alta de 0,62%, o aluguel residencial saltou 1,55% e representou impacto de 0,06 ponto no índice de janeiro.

O gás encanado aumentou 8,40%. A energia elétrica variou 0,03%, menos do que a taxa de água e esgoto, de 0,28%. A "prévia" da inflação oficial continua acima dos 10%. Em Salvador, a alta foi de 1,08%. Em 12 meses, o IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15) atinge 9,77%. Fonte: Bancários Bahia

4 visualizações

Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM