• Bancários Juazeiro

Governo Bolsonaro fecha as portas para pequenas empresas


O vídeo da reunião ministerial, ocorrida no dia 22 de abril, é um verdadeiro show de horrores e mostra exatamente o que o governo Bolsonaro pensa sobre o país e os brasileiros. Só não enxerga quem não quer. Em uma das declarações estapafúrdias, o ministro da Economia, Paulo Guedes, deixa claro para quem trabalha.

“Nós vamos ganhar dinheiro usando recursos públicos pra salvar grandes companhias. Agora, nós vamos perder dinheiro salvando empresas pequenininhas”. Ou seja, em meio a uma crise econômica gravíssima, resultado da pandemia do novo coronavírus, assim como faz com a população vulnerável, o governo Bolsonaro quer deixar de lado justamente as pequenas empresas, que mais precisam do Estado, para beneficiar o grande capital.

Detalhe: segundo o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), somente no ano passado, as micro e pequenas empresas abriram 731 mil vagas formais, enquanto as médias e grandes fecharam 88 mil. Considerando os dados de 2007 a 2019, os pequenos negócios criaram 12,4 milhões de vagas. Já as médias e grandes empresas fecharam 1,5 milhão.

Banco do Brasil Os absurdos ditos por Paulo Guedes não terminam por aí. Na mesma reunião ministerial, afirmou que “tem que vender essa porra logo”, em referência ao Banco do Brasil. A declaração mostra o desprezo de Guedes e do governo com a função social que uma instituição pública do porte do BB deveria exercer, durante a crise do coronavírus, por meio da concessão de crédito para ajudar as micro e pequenas empresas.

0 visualização

Busca

Outras Notícias

insta.png
INSTAGRAM